SEM SABER O QUE FAZER,

30/10/2008 at 8:32 pm 1 comentário

Essa a verdadeira moral da decisão de manter a maior taxa real de juros do mundo, tomada nesta quarta-feira, por unanimidade, pelo Conselho Monetário Nacional.  Aplausos gerais de todos os executivos de bancos, que continuarão a tirar o maior proveito de uma taxa nominal de 13,75% sobre os títulos de dívida do país e os depósitos compulsórios no Banco Central.  O objetivo central é máxima prioridade para a estabilização da moeda, mesmo que isso beneficie quem vive de renda e não de empreendorismo e trabalho.
 
Um dia antes, o  Federal Reserve Bank, BC americano, havia baixado a taxa nominal de 1,5% para 1% ao ano com uma inflação superior a isso e, portanto, taxa real negativa.  Ou seja, a idéia principal para enfrentar a crise global é colocar a política monetária a serviço do estímulo à economia real, incentivando as empresas a contratar gente, botando cabeças e máquinas para funcionar, reativando a busca do crescimento.
 
Ao mesmo tempo, o Federal Reserve abriu ao nosso BC uma linha de acesso rápido a 30 bilhões de dólares em troca de crédito semelhante em reais.  A idéia é reforçar a liquidez (disponibilidade de dinheiro) e a política cambial.
 
Mas, mesmo com essas medidas, a grande maioria dos economistas e analistas começa a rever rapidamente as estimativas anteriores de crescimento econômico do Brasil para o próximo ano, colocando-as entre 2,8% e 2,2%.  Como nossa população aumenta anualmente cerca de 1,4%, a renda per capita aumentaria entre 0,8 e 1,4%.  Como a desigualdade tem se acentuado e a crise aguça essa tendência, o velho conselho de Moreira da Silva é mais atual do que nunca para o pessoal que ganha de 1 a 5 salários mínimos: “se segura, malandro”.       

LULA TEM PLANO A  E PLANO B.  QUE TAL PLANO L?
A crise internacional e o resultado das eleições municipais começam a coçar uma parte  do PT a novamente levantar a tese do terceiro mandato, sob o argumento de que Lula é o melhor nome para guiar o país através da séria tormenta econômica (e, muito possivelmente, também política) que viveremos nesse próximo futuro.
 
Vai ser difícil colar, mas em quem mais – o argumento seria ótimo em um plebiscito – a maioria do povo poderia confiar para um grande esforço nacional, especialmente se começarem a espoucar por esse mundo afora focos violentos de insatisfação (uma hipótese temida por respeitados nomes da política e da economia)?
 
Dilma Roussef, após seu primeiro banho de campanha eleitoral, continua disponível para o plano B.   Mas ela tem alguns problemas de biografia para ser aceita por todo esse amplíssimo arco-iris, dos grandes bancos às centrais sindicais e milhões de beneficiários dos programas sociais federais. 
 
Não esquecer que nosso Presidente, além do prodigioso cérebro político, é “fisicamente” um retrato do povo brasileiro, a quem os ternos Armani, gravatas francesas e barba bem feita até realçaram a facilidade e o jeito especial de se comunicar, tanto com o pessoal lá das bandas de Garanhuns, como dos pátios de fábricas e tchurmas de periferias urbanas.     
 
Mais uma coisinha: com toda a certeza ele e d. Marisa adoram o Planalto e,  em 2014, ele estará inteiraço com apenas 68 anos e pronto a fazer o sacrifício de nos comandar os oito seguintes.  Tudo isso é para explicar que,seja qual for o nome apoiado em 2010, Lula precisará ter certeza ABSOLUTA de que essa pessoa não pensará em reeleição.  Sob juramento de sangue, desde o primeiro dia de mandato, deverá dedicar-se ao retorno triunfal do companheiro. 
 
Não há nomes confiáveis para isso fora do PT.  E Dilma veio de outro time, não das fábricas, nem do núcleo original do partido, não viveu os desafios dramáticos de não votar em Tancredo, de não assinar a Constituição, de três derrotas eleitorais.  Quem?  Pallocci, Mercadante, Chinaglia, Tarso.  Pallocci depende de absolvição pelo Supremo, que tem votado sistematicamente em defesa dos direitos da cidadania e dificilmente perdoará a violação do sigilo bancário de um caseiro? 
 
Imagino (Duda Mendonça, o que é que você acha?) que o presidente esteja
pensando em outros planos porque a estratégia, a popularidade, a confiança no juramento e a bênção eleitoral fluiriam melhor do metalúrgico Lula para um Plano L, tendo como personagem outro.metalúrgico Lula: Luiz Marinho, presidente de Sindicato e da CUT, agora prefeito e guardião da pia batismal do PT em São Bernardo.    
 
GAROTÃO, TOMA CUIDADO
 
OU TE CORTAM UM PEDAÇO
 
O câncer de colo de útero é a DST – doença sexualmente transmissível – mais desconhecida pela mulher.  Por isso mesmo, em recente pesquisa, cerca de 40% das grávidas brasileiras mostraram-se contaminadas pelo HPV (human papiloma vírus, vírus papiloma humano), responsável pela ocorrência desse tipo de câncer.  O vírus é passado para a mulher através da pele do pênis.
 
A possibilidade de câncer no colo do útero felizmente é pequena, mas existe.   E, pelo menos por enquanto, a única prevenção é uma vacina caríssima.  Por isso, meninos e meninas, não tem conversa, só camisinha resolve, pelo menos até o homem ter plena certeza de não ser portador ou fazer um tratamento relativamente fácil e rápido para eliminação do vírus.  A prevenção no homem também é importantíssima porque ele também pode ter câncer no pênis, que pode eventualmente ser cortado.
 
Mocinhos, a falta de higiene é a principal razão para o HPV aparecer.  Façam um auto-exame para verificar a existência de uma verruga, carocinho com jeito de passa de uva ou coisa parecida (mesmo pequena) e, em caso afirmativo, tratem de ir ao médico.  Meninas, exijam camisinha para ter certeza de que não estarão arriscando a vida por um momento de êxtase.  Ou um atestado médico provando que o bonitão não tem HIV (vírus da AIDS) nem HPV.  E nada de ir na conversa de que “sem camisinha é mais gostoso”.  
 
Passem adiante esta mensagem em defesa da vida.
 
QUEM NÃO RECEBE
TAMBÉM NÃO PAGA

2.269 empresas americanas demitiram pelo menos 50 empregados cada, em setembro passado.  Tudo indica que os números de outubro serão maiores.  Só em bancos e empresas financeiras em geral, estima-se que 300 mil empregos nos EUA desaparecerão até a crise amainar. 
A taxa de desemprego está em 6,1%, bem longe ainda dos 10,8% no final de 1982 (quando o país vivia o auge de uma dolorosa recessão), recorde absoluto desde a grande depressão dos anos 30.  Mas… 
LÁ NO FIM QUEM VAI
PAGAR ESSA CONTA?
Por conta disso, na area dos cartões de crédito, a coisa também está feia.  As empresas de cartões estão levando nos Estados Unidos um beiço equivalente a quase 6 por cento das dívidas penduradas –  algo em torno de 21 bilhões de dólares – e acham que até meados de 2010 esse total vai mais do que triplicar, aí para uns 75 bilhões.
“Se o desemprego continuar aumentando, os níveis históricos de débitos não-honrados poderão ser superados”, disse ao jornal The New York Times o principal executivo financeiro do Citygroup.
 
POR AQUI, MAIOR AMEAÇA
É DO CRÉDITO CONSIGNADO

Aqui os bancos estão apertando o crédito consignado.  Em janeiro de 2005, crescera o total de empréstimos chegara a dobrar em relação a janeiro de 2004.  Esse ritmo de crescimento vem caindo, agora em agosto de 2008, foi de apenas 23,7@ em relação a agosto de 2008, chegando a um total de R$ 74 bilhões.  Os bancos reclamam dos limites impostos pela Previdência e pelo governo, querem aumentar juros e limites de descontos alegando que “o mercado mudou, o dinheiro ficou mais caro.”
Crédito significa antecipação de consumo e, portanto, que 3% de futuros PIBs  já apareceram na soma de PIBs anteriores.  Uma forma  “moderna” de mostrar crescimento, só que pendurando a conta para mais tarde, exatamente como ocorre com o cartão de crédito e o hipotecário, que deflagaram a crise mundial.
Com uma pequena diferença: o devedor não pode dar o beiço, o salário ou aposentadoria já vêm descontados, o jeito é apertar o cinto ou ir arrumando novos empréstimos e dívidas.   Se os bancos dificultarem as renovações, a “bolha” vai explodir e não sob a forma de “devo não nego”, mas de protestos e gritos por moratória.
…………………
“O grande monopólio em nosso país é o monopólio do dinheiro.  Enquanto ele existir, nossa antiga combinação de liberdade e energia individual para o desenvolvimento está fora de cogitação..”      
Woodrow Wilson, 28° Presidente dos Estados Unidos. (1928-1932), em cujo mandato começou a Grande Depressão.
………………..
QUEM GASTARÁ MAIS
DINHEIRO MUNICIPAL
Mesmo sem ganhar em nenhum dos cinco municípios com maiores orçamentos (São Paulo, Rio, Belô, Curitiba e Fortaleza), o PMDB ficou com a parte do leão (22,7% do bolo total, incluindo ) na divisão do dinheiro das prefeituras municipais do país: R$ 44 bilhões e 744 milhões.  O DEM foi o segundo (15,6% do total, R$ 32 bilhões, 944 milhões), com ínfima vantagem sobre o PT (15,5%, R$ 32 bilhões, 556 milhões).
Os nove partidos – PHS, PTC, PRTB, PRP, PSL, PTN, PSDC, PSOC e PT do B – dominarão cidades mais pobrinhas, cada um no controle de orçamentos inferiores a R$ 200 mil cada.
O levantamento é da Confederação Nacional dos Municípios.
……………….. 
 
ONDE CADA CRIANÇA
É MENSAGEM DE PAZ

Cada vez chegam menos imigrantes judeus a Israel, ano passado foram apenas uns 20 mil.  E, a população (7 milhões, 80% judeus, 20% árabes)  muda lenta mas sempre na mesma direção: para cada criança judia nascida no país e nos territórios ocupados, nascem duas árabes.
Demógrafos estimam que, dentro de 20 anos, os árabes serão 30% da população de Israel e, com isso, o mundo inteiro deixaria de considerá-lo um Estado judeu, mas sim bi-nacional.   Essa questão perturba e divide, quase meio a meio, corações e mentes do eleitorado, tornando inviável a formação de
um novo governo.
 
Só a criação de um Estado palestino, plenamente soberano e democrático, pode criar paz e equilíbrio estáveis em toda a antiga Palestina.  Essa questão hoje perturba e divide, quase meio a meio, corações e mentes do eleitorado israelense, tornando difícil a formação de um novo governo.  Mas a solução
imaginada pela ONU há meio século vai se tornando mais imperiosa, cada vez
que se ouve o choro de uma criança.

POR: MILTON COELHO DA GRAÇA.
FONTE: http://www.dm.com.br

Anúncios

Entry filed under: Unicarioca.

4° Edição do Rio Mosaico 5º COMUNICAR – UNICARIOCA NO ARRR…

1 Comentário Add your own

  • 1. Eduard  |  03/11/2008 às 11:11 pm

    Talvez seje uma Oportunidade para A populacao Do Brazil tenha para se Refleti diante da vida escra Dos Americanos que tudo que ganhao gastao e deve tudo!
    Os escravos Da Modernidade onde os Ricos e dono de tudo !

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Bianca Povoleri Produções


%d blogueiros gostam disto: